O veículo de pesquisa Mercedes-Benz F015 Luxury in Motion revela a filosofia de design de clareza sensorial.

A aspiração dos designers é que a empresa seja percebida como uma marca internacional de luxo. Para eles, mais que um statement em automóveis, luxo é um estilo de vida.

Sempre em seu foco está a marca principal Mercedes-Benz, cuja filosofia de design da clareza sensorial é a própria definição de luxo moderno. Hoje em dia, luxo significa atemporalidade que vai muito além do modismo. O luxo verdadeiro é raro e, por isso, extremamente cobiçado. Trata-se cada vez menos de valores materiais e, sim, de viver experiências autênticas e impressionantes. Luxo é a redução ao essencial. A alta tecnologia combinada com a tradição do trabalho artesanal e a satisfação verdadeira vêm se tornando cada vez mais um elemento central.

A filosofia de clareza sensorial traduz o aspecto essencial da marca: a bipolaridade entre emoção e inteligência. Na visão dos designers, um bom projeto precisa ser bonito e inteligente ou, sem rodeios, precisa ser sexy e cool. É fácil se apaixonar pelos produtos da Mercedes-Benz porque eles são irresistíveis. Em poucas palavras, eles são sexys. Eles simbolizam uma das facetas da essência da marca que já estava presente nas ideias de Gottlieb Wilhelm Daimler e na era dos primeiros carros de corrida e dos Classic Cars. A outra faceta é representada pela razão, que revela a essência da marca deixada por Carl Friedrich Benz. Aqui entram em cena a redução e a tecnologia: a descontração dos produtos é como algo inesperado, algo surpreendente e jamais visto. Sob essa filosofia, os designers projetam não só um veículo, mas um mundo inteiro de luxo moderno.

 

A filosofia de design é definida pelo Design Code. Esse manual de estilo se baseia em seis diretrizes, que devem ser interpretadas e aplicadas a cada modelo. Graças a ele, cada série ganha uma característica própria mas continua facilmente reconhecível como um Mercedes-Benz.